Dar prioridade ao consumo de alimentos de baixa densidade energética poderá contribuir para um emagrecimento mais eficaz. Assim sendo, encher o prato com alimentos de baixo valor calórico, como é o caso dos vegetais, ajudá-lo-á a encher bem a barriga sem para isso ingerir calorias em excesso. Esta é a filosofia alimentar da dieta volumétrica. Através desta dieta, aprenderá a gerir melhor as quantidades de comida ingerida, levando em conta os valores calóricos e nutricionais dos mais diversos alimentos.

Prós e Contras

  • Saciante
  • Não há alimentos proibidos
  • Preparação das refeições pode revelar-se bastante demorada
  • Se não gosta de frutas, legumes e sopas, então o melhor é esquecer

Tipo de Dieta

  • Equilibrada

Dietas Semelhantes:

  • Dieta Mayo Clinic, Jenny Craig, Dieta Ornish

Objetivo Dieta Volumétrica

Perder de 50 gramas a 1 kg por semana..

Dieta Volumétrica

Como é que a dieta volumétrica funciona?

Criada por Barbara Rolls, professora de nutrição da Penn StateUniversity, a dieta Volumétrica representa mais uma filosofia alimentar do que propriamente uma dieta estruturada. Através do guia The Ultimate Volumetrics Diet irá aprender a decifrar a densidade energética de cada um dos alimentos ingeridos, de forma a estruturar as suas refeições de modo a retirar delas o número de calorias necessárias para o bom funcionamento do seu organismo. Nesta dieta, a comida está dividida entre 4 categorias: Categoria 1 (alimentos de muito baixa-densidade), que inclui alimentos como fruta, vegetais e leite magro. A Categoria 2 (baixa densidade) inclui cereais integrais, frutas, legumes, pratos light e carnes magras. A Categoria 3 (densidade média) inclui carne, queijo, pizza, batatas fritas, molhos, pães, gelados e bolos. Na Categoria 4 (alta densidade) encontraremos os alimentos mais calóricos, entre eles doces, bolachas, chocolates, frutos secos e manteiga.

Alimentos compostos maioritariamente por água desempenham um papel muito importante na Volumétrica, uma vez que a água aumenta o peso da comida sem para isso acumular mais calorias. Alimentos que apresentam uma composição de água entre 80 e 95%, como é o caso de sopas, frutas e vegetais, ajudá-lo-ão a manter-se saciado sem correr o risco de engordar.

Recomenda-se, também, que consuma algumas alternativas mais saudáveis dos alimentos que geralmente costuma comer. Se, por exemplo, gosta de batatas fritas, então substitui-las por cenouras crocantes poderá revelar-se uma boa solução.

É mesmo possível perder peso com esta dieta?

Desde que todas as regras sejam seguidas à risca, é bastante provável que consiga mesmo vir a perder o peso pretendido.

  • Num estudo publicado na  American Journal of Clinical Nutrition em 2007, pesquisadores distribuíram 97 mulheres obesas entre uma dieta com um baixo consumo de gordura uma dieta de baixa densidade energética. Após um ano, ambos os grupos perderam peso, mas aqueles pertencentes ao grupo de consumo de alimentos de baixa densidade energética conseguiram perder ainda mais peso, o que foi demonstrado pela perda de 6,4 kg, em comparação com os 5 kg do outro grupo.
  • Noutro estudo organizado pela Roll, pesquisadores tentaram encontrar formas de maximizar a perda de peso numa dieta de baixa densidade energética. Para isso, 200 adultos obesos foram distribuídos por quatro grupos, sendo que um recebeu uma porção de sopa por dia, o outro duas porções de sopa e o terceiro dois snacks por dia, como é o caso de bolachas. Àqueles colocados no quarto grupo foi-lhes dada a liberdade de construíram o seu próprio plano alimentar, sem terem de seguir qualquer tipo de instrução em particular. Após um ano, aqueles que adicionaram à sua dieta diária uma refeição de sopa perderam 6 kg, em comparação com 7,2 kg do segundo grupo, 4,8 kg do terceiro e 8,1 kg do quarto. O estudo concluiu que uma dieta baseada no consumo de alimentos de baixa densidade energética poderá mesmo levar à perda de peso.
  • Outro estudo que envolveu 186 Mulheres concluiu que aquelas que seguiram uma dieta de alta densidade energética ganharam 6,4 kg após 6 anos, enquanto aquelas que seguiram a dieta de baixa densidade apenas ganharam 2,5 kg.

Há benefícios para a saúde cardiovascular?

Sim. Num estudo da Obesity Review, os 200 participantes que seguiram a dieta de baixa densidade apresentaram reduções significativas nos níveis de pressão arterial, o que contribuiu para diminuir as probabilidades de desenvolvimento de problemas cardíacos.

Consegue prevenir ou controlar a diabetes?

A obesidade é um dos principais fatores que influenciam o desenvolvimento de diabetes de tipo 2. Ao promover a perda de peso, a Volumétrica poderá, como demonstrado num estudo publicado em 2007 na Diabetes Care, ajudar a prevenir o aparecimento desta doença.

Há riscos para a saúde?

Não há qualquer indicação de que a dieta possa oferecer riscos para a saúde dos seus seguidores.

Esta dieta apresenta-se em conformidade com as recomendações nutricionais?

Gordura. Através desta dieta conseguirá manter-se dentro do valor recomendado de 20 a 35% de calorias provenientes da gordura.

Proteína. No que toca a proteínas, a Volumétrica também se encontra dentro dos valores previstos como saudáveis.

Carboidratos. Os especialistas na área da nutrição recomendam que entre 45 a 65% das calorias ingeridas diariamente provenham de carboidratos. Através da Volumétrica estará a consumir 55% por dia.

Sal. A dieta Volumétrica não oferece grandes indicações no que diz respeito ao sal, por isso será da sua responsabilidade manter-se dentro dos valores aceitáveis e nunca ultrapassar os 2,000 mg por dia.

Outros ingredientes essenciais. Os seguintes nutrientes são de vital importância para o bom funcionamento do organismo, mas raramente são consumidos nas quantidades apropriadas.

Fibra. Ao seguir a dieta à risca estará a consumir entre  22 a 34 gramas de fibra por dia, o que é mais do que suficiente para manter o seu sistema digestivo a funcionar na perfeição.

Potássio. A ingestão diária de  4,700 mg de potássio contribuirá para protegê-lo contra alguns dos principais efeitos nocivos do sal. Estes são valores que conseguirá facilmente obter através do plano alimentar Volumétrica.

Cálcio. Siga à risca as recomendações da Volumétrica, e não terá grandes problemas em obter entre 1.000 a 1.300 mg de cálcio por dia, o que ajudará na preservação da sua estrutura óssea.

Vitamina B12. O valor recomendado para adultos é de cerca de 2.4 microgramas por dia. Salmão, iogurtes e cereais enriquecidos são bons exemplos de alimentos que deverá consumir para usufruir desta vitamina.

Vitamina D15 microgramas por dia é o suficiente para suprimir totalmente as suas necessidades diárias desta vitamina. Para além de uma boa exposição diária ao sol, recomenda-se, também, óleo de peixe, peixes gordos e alimentos enriquecidos com vitamina D, como é o caso de leite e cereais de pequeno-almoço.

Recomenda-se suplementos alimentares? Não.

É Fácil Seguir a Dieta Volumétrica?

Uma vez que os menus são estruturados de modo a mantê-lo satisfeito, não terá grandes problemas em seguir à risca esta dieta.

Conveniência da Dieta Volumétrica

Esta dieta dá-lhe a liberdade para comer fora à vontade, desde que siga à risca todas as recomendações e modere ao máximo o consumo de álcool. O limite diário deverá ser de uma bebida para as Mulheres e duas para os Homens.

Receitas. No livro da Rolls terá acesso a centenas de receitas deliciosas, que o ajudarão a seguir eficazmente à risca esta dieta.

Extras. No livro da Rolls encontrará planos alimentares, receitas e diversas outras instruções relativamente a como seguir da melhor forma esta dieta. Para ter acesso a mais conteúdo informativo, basta visitar a página oficial de facebook da Volumetrics:  facebook.com/VolumetricsDiet.

Mais Sobre a Dieta Volumétrica

Saciedade:

Desenvolvida de modo a promover a saciedade, esta dieta permitir-lhe-á emagrecer sem para isso ter de passar fome.

Sabor:

Uma vez que não precisará abdicar das suas comidas favoritas, conseguirá facilmente apreciar as suas refeições. Apenas necessitará de ter cuidado com as quantidades ingeridas de cada alimento.

Quais os custos associados à Dieta Volumétrica?

Os custos deverão ser semelhantes aos da sua rotina alimentar usual. No entanto, deverá comprar o manual The Ultimate Volumetrics Diet (William Morrow Cookbooks, $20).

Esta dieta permite restrições e preferências?

Esta é uma dieta facilmente ajustável aos mais diversos tipos de filosofias alimentares.

  • Vegetariano e vegan
  • Sem-glúten
  • Baixo teor de sal
  • Kosher
  • Halal

Qual é o papel do exercício físico?

Aconselha-se que se mantenha o mais ativo possível. Andar, pelo menos, 30 minutos diariamente, é o suficiente para atingir este objetivo, e assim perder peso de um modo muito mais rápido.

Exemplo de Menu Para Dieta Volumétrica

Pequeno-almoço

  • Frittata com queijo Mozzarella parcialmente desnatado e vegetais
  • 1 chávena de melão
  • 1 chávena de cantalupo
  • 230 ml de leite magro

Almoço

  • Sopa de abóbora
  • Sanduíche de carne assada
  • ½ chávena de pudim de chocolate sem açúcar
  • 1 clementina

Jantar

  • Fruta fresca e salada de espinafre com molho de sementes de laranja
  • Salmão escalfado com molho de iogurte
  • Brócolos
  • ½ chávena de arroz integral cozido

Lanche

  • 200 gramas de iogurte de morango sem gordura
COMPARTILHAR
Artigo anteriorNo Dia do Pai Surpreenda o Seu Pai
Próximo artigoDieta dos Vigilantes do Peso

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here